5 dicas para quem quer viajar sozinho e conhecer o Brasil

5 dicas para quem quer viajar sozinho e conhecer o Brasil

Há quem diga que realizar uma viagem é uma das melhores coisas da vida. Afinal, durante essa experiência — extremamente enriquecedora —, temos a oportunidade de conhecer diferentes culturas, experimentar refeições jamais vistas antes, absorver muito conhecimento histórico e, até mesmo, fazer amizades para a vida inteira. Mas, será que, em algum momento, você já cogitou viajar sozinho? 

Pois é! Quando falamos nesse tipo de aventura, muitas pessoas logo imaginam os passeios realizados em família ou com os amigos. No entanto, e ao contrário do que se imagina por aí, é totalmente possível curtir momentos fantásticos e de forma solo — absorvendo assim, aprendizados inesquecíveis. Contudo, antes mesmo de fazer as malas e colocar o pé na estrada, vale a pena conferir algumas dicas práticas (e super valiosas) para não cair em ciladas e conseguir aproveitar, ao máximo, cada segundo da trip. 

E aí, quer saber mais sobre o assunto? Para que você fique por dentro e tenha muitas histórias para contar, criamos um post recheado de recomendações e, inclusive, indicações de destinos excelentes para quem deseja viajar sozinho. Confira!

As vantagens de viajar sozinho

As vantagens de viajar sozinho

Foi-se o tempo em que, para viajar, era preciso estar acompanhado de amigos e familiares. Hoje em dia, e por conta do fácil acesso à informação, muitas pessoas estão planejando viagens sem contar com uma companhia — e há quem diga que, esta, é uma das melhores experiências que um ser humano pode ter na vida. 

E se você ainda está criando coragem para abraçar essa ideia, não se preocupe! Garantimos que existem diversas vantagens que podem ser aproveitadas com essa prática. Quer ver saber quais são elas? Veja a seguir!

O planejamento é mais simples 

Sempre quando decidimos realizar uma viagem, imediatamente, começamos a elaborar um planejamento. Durante esse processo, é preciso pensar em uma série de fatores importantíssimos para que tudo saia conforme o esperado. Esse é o caso do orçamento disponível, da escolha das melhores datas e da seleção dos pontos turísticos que serão visitados durante a aventura. 

Ou seja, até aqui, você já deve ter percebido que, esta, não é uma tarefa tão simples assim, correto? E acredite: tudo pode se tornar ainda mais difícil, quando há um outro viajante no planejamento. É exatamente aí, que um dos benefícios de viajar sozinho fala mais alto. 

Ao investir nessa ideia, você terá total liberdade para escolher o seu hotel, os passeios ou os restaurantes que serão frequentados. Tudo isso, sem precisar negociar com o seu companheiro ou se preocupar se ele está chateado com as suas escolhas. Você ainda poderá mudar de planos de última hora, passar quanto tempo quiser em um determinado lugar, escolher a melhor poltrona do avião e por aí em diante. Não é demais?

Será fácil conhecer pessoas novas 

Seja em um bar, em um restaurante ou no seu próprio hotel — pouco importa o local. Ao viajar sozinho, será mais fácil conhecer pessoas que também estão viajando desacompanhadas ou que são nativas da região. Uma vez sozinhos, instintivamente, saímos da nossa zona de conforto e começamos a sentir a necessidade de fazer qualquer tipo de contato com outras pessoas. 

É nesse tipo de ocasião que nos tornamos mais simpáticos e disponíveis para um bate-papo. Porém, para que você consiga fazer bons contatos durante a sua jornada, é importante estar com a mente aberta e pronta para conhecer pessoas diferentes, sem pensar que o outro está mal intencionado. 

Não vai ser difícil economizar

Se você tem o costume de viajar com os amigos ou familiares, com certeza, já se viu realizando um programa que, na verdade, não estava muito a fim. Ou então, acabou gastando mais do que poderia em um jantar, só porque o resto da turma decidiu pedir os pratos caros do cardápio. 

Por essas e outras, que viajar sozinho tem sido a primeira escolha de quem está em busca de uma aventura econômica. Ao colocar o pé na estrada por conta própria, você conseguirá manter o seu orçamento sob controle, sem ser influenciado pelas decisões de outros indivíduos. O poder estará em suas mãos!

Você aprenderá coisas novas com frequência

Unicamente por questões de sobrevivência, você precisará “se virar” sozinho. Se você não sabe andar de transporte público sem uma companhia, não terá o que fazer: durante essa experiência, será necessário enfrentar os seus medos e aprender como chegar nos lugares por conta própria. 

Não sabe falar o idioma do local e está sem um amigo para ajudar nesse processo? Precisará aprender, de qualquer forma, o mínimo de palavras. E não há nada de ruim nisso. Pelo contrário: encare esse desafio como uma oportunidade para absorver coisas novas e que, normalmente, você não realizaria “dentro da sua bolha”. 

Você passará por um grande amadurecimento 

Depois de todas as vantagens citadas, não tenha dúvida: viajar sozinho fará com que você amadureça — e muito! Ao longo do caminho, os “viajantes solitários”, costumam passar por uma série de experiências e, consequentemente, vivenciam cada uma delas de forma intensa. 

O fato de não ter com quem contar durante os perrengues de uma viagem fará com que você ganhe total força para aprender e encarar qualquer obstáculo com sabedoria e tranquilidade. Na hora de voltar para casa, será possível perceber a diferença: muito mais maturidade, experiência e, principalmente, boas histórias para contar. 

E autoconhecimento!

Em meio aos momentos de solitude, você terá tempo para refletir sobre a vida, analisar os seus comportamentos e descobrir maneiras de solucionar problemas que, até então, pareciam impossíveis de serem resolvidos. Para que isso aconteça, você não precisará forçar. Quando menos esperar, estará refletindo em um banco de praça, em uma lanchonete ou, simplesmente, diante de uma paisagem belíssima. Aproveite o autoconhecimento para se encontrar!

Os melhores lugares para viajar sozinho no Brasil

Os melhores lugares para viajar sozinho no Brasil

Você pode não imaginar, mas, ainda hoje, muitas pessoas deixam de viajar sozinhas por medo de não conseguirem aproveitar a aventura. Há ainda, aqueles que ficam inseguros, acreditando que esse tipo de experiência pode ser mais perigosa do que quando estamos acompanhados de outros indivíduos.

É claro que, durante os seus passeios, você precisará tomar alguns cuidados. A maior recomendação para conseguir desfrutar dessa experiência, é escolher com cuidado o destino que será visitado — até porque, ninguém gosta de cair em ciladas por tomar uma decisão equivocada, não é mesmo? 

A parte boa, é que você não precisará ir muito longe para curtir momentos incríveis. No Brasil, há diversos locais que podem ser explorados com total segurança e a garantia de voltar para casa com recordações inesquecíveis. Contudo, é importante pesquisar bem a localidade e escolher aquela que melhor se encaixa com o seu lifestyle. 

Por exemplo, se você é uma pessoa cosmopolita, ou seja, que gosta do agito de cidades e de frequentar bons restaurantes, provavelmente, não irá se sentir bem em um local deserto, rodeado de estradas de terra e sem sinal de wi-fi. Esse cuidado é fundamental para evitar arrependimentos e ter diversão garantida do começo ao fim. A seguir, selecionamos os melhores lugares do país para você conhecer sozinho. Dê uma olhada:

Ouro Preto (Minas Gerais) 

Localizada em Minas Gerais, Ouro Preto é uma cidadezinha que, com certeza, vale uma visita. Com uma atmosfera típica do período colonial brasileiro, o local é pequeno, fácil de se achar e perfeito para quem gosta de caminhar por ruas charmosas. Durante o dia, você encontrará excelentes restaurantes, cafés e passeios culturais. Já a noite, não será diferente e a badalação continuará igualmente movimentada e divertida. 

Isso sem contar a comida local. Há quem diga, que a gastronomia mineira é uma das melhores do país — e é difícil encontrar uma pessoa que não goste desse sabor único e delicioso. Dos pratos que você encontrará por Ouro Preto, estão o frango com quiabo, tutu de feijão, leitão a pururuca e muito mais. Dá até água na boca, né? 

O interessante é que, uma vez na cidade, ficará mais fácil visitar outras regiões do Estado, como Mariana, Tiradentes e Inhotim. Embarque nessa!

Bonito (Mato Grosso do Sul) 

Para quem gosta de ecoturismo, a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, é a pedida certeira. Considerado um dos destinos mais populares do país, o local conta com rios e lagoas de águas cristalinas, perfeitas para realizar mergulhos e ficar mais perto da natureza. 

Apesar de ser uma região, exclusivamente, voltada para o turismo ecológico, Bonito conta com uma excelente infraestrutura, estando sempre pronta para receber pessoas de qualquer parte do Brasil. As atrações mais famosas da cidade são: 

  • a Praia da Figueira; 
  • a gruta da Lagoa Azul; 
  • o Rio da Prata; 
  • os passeios de rapel e trilhas diversas. 

Gostou da ideia e quer visitar esse destino maravilhoso? Anote na agenda: o período mais indicado para os turistas é entre maio e agosto. Também é recomendado realizar a reserva do hotel com antecedência, já que a procura costuma ser bem alta. 

Florianópolis (Santa Catarina) 

Popularmente conhecida como “a ilha da magia”, Florianópolis é um excelente destino para quem está com planos de viajar sozinho. Uma vez no local, você poderá curtir uma das praias mais lindas do país, além de fazer amizade com um povo extremamente simpático e receptivo.

O seu acesso é fácil e, financeiramente falando, Florianópolis costuma ser mais uma região mais econômica do que outros pontos do Brasil que também possuem praias. É uma excelente alternativa para os moradores do sul e sudeste brasileiro. 

Você encontrará praias belíssimas e que se encaixam em todo tipo de gosto. Tem opções para os surfistas que adoram pegar altas ondas e, até mesmo, localidades bem calmas, indicadas para quem gosta de passar o dia sem preocupações e com os pés na areia. Durante a noite, porém, a vida não pára e muitos jovens costumam ir para a cidade com o objetivo de curtir uma balada ou festas sofisticadas. Os solteiros de plantão adoram! 

Quando estiver montando o seu roteiro, não deixe de incluir as seguintes praias na sua lista: Jurerê, Joaquina, Campeche, Lagoinha, Brava, Mole e Daniela. Se quiser, também há a possibilidade de esticar a trip para Blumenau, em Santa Catarina, uma cidade bem charmosa e com colonização típica alemã.

São Paulo (São Paulo) 

Agora, uma dica exclusiva para as pessoas que são apaixonadas pelo agito das grandes cidades: São Paulo. Conhecida por ser a capital mais moderna do Brasil, região é repleta de passeios culturais, avenidas pra lá de movimentadas, parques diversos e os mais inusitados restaurantes. 

Durante a sua visita ao território paulista, não deixe de conferir uma boa peça de teatro, experimentar o tradicional lanche de mortadela no Mercado Municipal ou dar um pulinho no Museu de arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), que conta com um acervo riquíssimo e de artistas consagrados. 

Para aqueles apaixonados pela vida noturna, o que não faltam são festas e baladas. Nas regiões da Rua Augusta, Vila Madalena, Vila Olímpia e Pinheiros, você encontrará diversos bares e danceterias, que tocam músicas de todos os estilos musicais. Esta ainda, é uma oportunidade e tanto para conhecer pessoas animadas e que estão sempre em busca de uma nova aventura. E aí, vai encarar?

5 dicas infalíveis para viajar sozinho e não ter prejuízo

5 dicas infalíveis para viajar sozinho e não ter prejuízo

Não há um passo a passo definitivo para realizar uma viagem perfeita. Você precisará viver um dia de cada vez e, com eles, aproveitar as oportunidades que aparecerem pelo caminho. Ainda assim, é possível seguir algumas dicas básicas e fundamentais para evitar qualquer problema ou perrengue. Escolher bem a hospedagem, fazer um seguro viagem e tomar cuidado com a segurança são alguns deles. Abaixo, ensinaremos mais sobre isso.

1. Escolha bem a hospedagem 

Enquanto estiver elaborando o planejamento da sua viagem, não deixe de considerar o seu local de hospedagem. Para quem está pensando em viajar sozinho, mas quer fazer novas amizades, se hospedar em um hostel pode ser uma boa alternativa. 

A sua prioridade é ter total conforto e privacidade na hora do descanso? Nesse caso, os hotéis ou pousadas devem ser colocados em primeiro lugar. Lembre-se ainda, de pesquisar por uma hospedagem que seja bem localizada, em uma região segura e próxima dos pontos turísticos. Vale a pena!

2. Contrate um seguro viagem 

Fazer um seguro viagem, é um dos principais cuidados que todo viajante deve ter para fugir de problemas. Imagine a seguinte situação: você acabou de chegar em um destino paradisíaco, repleto de praias belíssimas e uma areia macia. Mas, inesperadamente, uma forte dor de dente começa a te incomodar, fazendo com que você cancele inúmeros passeios no dia. E então, o que fazer? 

Nessa situação, o seguro viagem disponibilizará um dentista responsável para tratar o seu problema e permitir que você curta cada minuto com tranquilidade. O mesmo suporte vale em caso de acidentes ou demais complicações de saúde.

E não é só isso, viu? De acordo com o plano contratado, o seguro viagem também cobre extravio de malas, atrasos de aviões e muito mais. Encontre uma agência especializada e não deixe de contratar o seu!

3. Não se esqueça dos documentos 

Carregar os seus documentos de identificação é um detalhe primordial e que deve ser considerado ao viajar sozinho. Para não correr o risco de perdê-los, tire cópias de cada um deles — inclusive, do passaporte. Tente ainda, enviar essas cópias para o seu e-mail pessoal, como uma maneira de ter mais proteção. 

4. Leve dinheiro suficiente 

Antes de viajar, é normal pesquisar sobre os principais custos no destino em questão. Ter essa informação em mãos, é essencial para garantir uma boa quantidade de dinheiro e não passar perrengue — seja com a alimentação, transporte ou qualquer outra necessidade. 

Uma dica valiosa é sempre levar um pouco a mais do que o calculado. Dessa forma, você terá duas fontes para se abastecer. Procure também levar um cartão de crédito, que deverá ficar reservado para situações emergenciais. Até porque, imprevistos podem acontecer em qualquer lugar, não é mesmo?

5. Use e abuse dos aplicativos de viagem 

Graças à tecnologia, existem diversas ferramentas valiosas e que conseguem nos ajudar ao longo de uma viagem. A principal delas, é o Google Maps, um aplicativo que faz com que os usuários cheguem a qualquer lugar com muita facilidade, tanto a pé, quanto por meio de um transporte público. 

O Google Tradutor, por sua vez, é uma ferramenta excelente para traduzir toda e qualquer palavra desconhecida. A plataforma consegue realizar essa ação em tempo real ou em modo off-line. Baixe agora mesmo e prepare-se desde já!

Com essas dicas, não tenha dúvida: você conseguirá viajar sozinho, curtir momentos incríveis, fazer amigos e voltar para casa com uma enorme bagagem de histórias para contar. Recomendamos!E agora que você já está por dentro do assunto, aproveite e faça uma visita no Shopping Pátio Savassi. Lá, será possível encontrar diferentes lojas e artigos exclusivos para viagem. A qualidade e o preço dos produtos são imbatíveis!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: